Escolha seu café gourmet:

Como fazer café?

Após todas as etapas de produção do café, é hora de sua preparação, ou seja, etapa de infusão do café em água quente. Um produto de boa qualidade pode ser desperdiçado caso não respeite determinadas condições durante sua extração, bem como um excelente método de preparo não consegue transformar um café de baixa qualidade em uma boa bebida.

A etapa de fazer o café é fundamental, onde todo o esforço em obtenção do café de qualidade é levado para sua xícara. Há diferentes estilos de infusão do café, cada um com sua técnica específica, mas temos de considerar também questões culturais, de gostos e preferências individuais, de tempo e praticidade, entre outros.

Existem basicamente quatro formas principais de extração do café, a extração por filtragem, percolação, prensagem e pressão (café espresso). Abaixo falamos mais sobre cada uma delas.

Filtragem

Método mais conhecido e popular, bastante utilizado em todos os lares do Brasil, é o famoso cafezinho feito no coador, seja de papel ou de pano. Para sua infusão é aquecida água mineral ou filtrada, de preferência sem cloro, até a temperatura de 90° C, ou até começarem a surgir as primeiras bolhas, ou seja, a água não deve ser fervida, e retirada aos primeiros sinais de bolhas por cima. É adicionado café torrado e moído no filtro e adicionada água quente por cima. É aconselhável despejar a água vagarosamente, em movimentos circulares, das beiradas para o centro do coador/filtro.

Como fazer cafe coador Hario V60

Como fazer um bom café no coador?

- Use a medida padrão de pó de café, aproximadamente 80g a 100g para cada litro da bebida, a moagem deve ser de média a grossa. Isso vai depender muito do seu gosto, faça a moagem e utilize a quantidade de café até atingir uma que atenda melhor seu gosto/paladar;

- Caso utilize o coador de pano ou papel, escaldar o filtro antes vai deixar seu café mais saboroso no final, pois isso elimina quaisquer substâncias ou gostos presentes no coador. Para isso utilize a água quente e despeje ela sobre o filtro, após descarte o líquido e coloque o café;

- Utilize sempre água mineral ou filtrada, a água tratada das cidades possui cloro, substância que altera negativamente o sabor do café;

- A bebida deve ser consumida logo após sua infusão, pois o café, se acondicionado em garrafa térmica ou requentado, perde muito sua qualidade, com significativas alterações no seu sabor (ficando mais amargo) e aroma;

Percolação

Método mais difundido na Europa, principalmente na Itália (onde foi criada por Alfonso Bialetti, na década de 30), onde é utilizada a moka, ou tradicional cafeteira italiana. Nesse processo é colocado o café moído dentro do funil da cafeteira, onde colocada sob o fogo faz a água entrar em ebulição e pressionar o café para o recipiente de cima da moka, também chamado de recolhedor. O café da cafeteira italiana é bem saboroso e encorpado, lembrando um pouco até o café espresso.

Como fazer cafe cafeteira italiana

Como fazer café na cafeteira italiana?

- Utilize sempre água mineral ou filtrada, sem cloro (o cloro altera de forma negativa o sabor e aroma do café);

- Um café de boa qualidade também é requisitado nesse método de extração, opte por cafés especiais ou gourmet 100% arábica, com a data da torra recente, como já dito, um excelente método de preparo não consegue transformar um café de baixa qualidade em uma boa bebida;

- Encha a cafeteira com água até a medida da válvula de segurança que está na parte debaixo da cafeteira (caldeira). Também pode-se colocar água quente nessa parte, a fim de não queimar o café, agilizando seu preparo e deixando-o mais suave (nesse modo feche a cafeteira com a ajuda de um pano;

- Encha o funil com o café moído, de preferência com moagem mais grossa, nessa parte é necessário encher de café até o nível do funil, e não compactá-lo;

- Coloque um pouco de água fria na parte de cima da moka (recolhedor), para quando o café sair não queimar ao entrar em contato com a superfície quente;

- Coloque a cafeteira em fogo baixo e aguarde;

- Fique sempre perto da cafeteira, levantando a tampa algumas vezes para ver se o café já está saindo, quando o café tiver quase todo saído para o recolhedor, retire a cafeteira do fogo;

- Por último lave bem a cafeteira, somente com água (produtos químicos podem alterar o sabor do seu café das próximas vezes), mas passe a mão para eliminar os resíduos de café, que ficam principalmente no funil e no recolhedor.

Prensagem

A prensa francesa tem seu surgimento na França em meados de 1850, porém foi um designer italiano que a registrou, Attilio Calimani, em 1929. Esse método de extração se baseia num recipiente de vidro composto por um êmbolo com um filtro de metal bem fino, que separa o pó do café para seu consumo, esse filtro permite a infusão mais densa do café, preservando seus óleos essenciais, resultando numa bebida mais encorpada.

Como fazer cafe prensa francesa

Como fazer um café gostoso na prensa francesa?

- Escalde com água quente toda a cafeteira francesa, incluindo seu êmbolo e filtro;

- Após esse processo esquente água até antes de seu ponto de fervura, aproximadamente 90°C ou quando formarem as primeiras bolhas;

- Nesse método você pode utilizar para cada 100ml de água 10 gramas de café moído, ou de acordo com sua preferência. Procure utilizar café com a moagem de média a grossa;

- Procure utilizar cafés de qualidade, especiais ou gourmet 100% arábica, pois a infusão na prensa francesa extrai o máximo do sabor do café, pois como já dito, um excelente método de preparo não consegue transformar um café de baixa qualidade em uma boa bebida;

- Na cafeteira misture o pó de café com a água quente e deixe em infusão por aproximadamente 4 minutos, mexendo com uma colher por duas a três vezes, depois tampe com a parte de cima da cafeteira francesa;

- Após os 4 minutos baixe o filtro da sua cafeteira francesa, como se fosse uma prensa mesmo, gentilmente de modo a separar o pó do café da bebida;

-Aguarde alguns minutos para os sedimentos do café baixarem, antes de passar para sua xícara;

-Após a utilização enxágue a cafeteira francesa em água corrente, evitando o uso de produtos químicos, que podem alterar o sabor do café na próxima infusão.

Pressão

Método de extração de café desenvolvido na Itália desde o início do século 20, tendo como princípio a extração, em máquina apropriada, do café sob pressão de 9 quilos por 30 segundos com água a 90°C, gerando uma bebida cremosa e aromática. As máquinas podem ser automáticas, mais comuns em empresas e escritórios, ou reguláveis, mais comuns em cafeterias e restaurantes, essas exigindo um profissional especializado para operá-las, o barista. O espresso não pode ser conservado, após dois minutos ele começa a perder seu creme, maciez e sabor. É um dos métodos mais indicados para apreciação de todas as nuances da bebida. A palavra deve ser escrita com “s” e não com “x”, espresso, devido a sua origem italiana, cuja tradução quer dizer “feito sob pressão”.

Como fazer café expresso?

- Procure sempre por cafés de boa qualidade, especiais ou gourmet 100% arábica, de preferência em grãos e com a data da torra recente, pois um excelente método de preparo não consegue transformar um café de baixa qualidade em uma boa bebida;

- O tempo de extração do espresso deve estar entre 25 a 35 segundos, sendo 30 segundos o tempo ideal para obtenção de um bom espresso. Isso para a extração de 50ml da bebida;

- As xícaras devem ser pré-aquecidas, de preferência de porcelana com o fundo arredondado, de modo a preservar o creme da bebida;

- A moagem do café deve ser média, e sua compressão deve ser feita de maneira adequada;

- Em geral utiliza-se 7 gramas de café para 50ml da bebida, para um espresso normal, ou 30ml para um espresso curto;

- O aroma do espresso pode ter diferentes nuances, pode ser de amêndoas, caramelo, chocolate, frutas, nozes, isso vai depender muito da qualidade e variedade do café que utilizar, bem como os padrões de torra;

- O creme do espresso deve ser espesso, persistente e de cor avelã, e serve como parâmetro para a degustação da bebida. É o creme que preserva a temperatura e o aroma do café na xícara;

- O sabor do espresso deve ser harmonioso, com equilíbrio entre doçura, amargor e a acidez natural do café;

- O corpo do espresso de boa qualidade geralmente é marcante, mas depende e muito do gosto da pessoa, que pode optar por cafés mais suaves ou aqueles mais encorpados e fortes;

- O sabor residual, ou retrogosto do espresso, aquele sabor que fica na boca após a degustação, deve ser adocicado, de suave a intenso, com sabores que podem ser caramelo, chocolate, avelã, melado de cana, entre outros, contrastando com um leve amargor equilibrado do café;

- Beber um copo de água mineral (com ou sem gás), antes de apreciar o espresso é ótimo para limpar suas papilas gustativas, melhorando a capacidade de perceber os sabores contidos na bebida.

Para saber mais: Como fazer café coado na Hario V60?

 


 

Cadastre-se em nossa loja virtual e receba os 10% de desconto

 

 

 

 

Nossos
Diferenciais

Café Gourmet
100% Selecionado

Preço Justo Café
Gourmet a R$ 36,00 KG

Frete Grátis
Já incluso

Compra Segura
PagSeguro UOL

Cupom de Desconto
Quero degustar